Detran mantém atendimento parcial em Belém e no interior

Belém, 13 de abril de 2018

 

O Departamento de Trânsito do Estado (Detran) funcionou parcialmente nesta sexta-feira (13), devido à paralisação de alguns servidores. Na sede do órgão, em Belém, houve redução no atendimento nos setores de veículo e habilitação, e suspenso o serviço na vistoria. A unidade localizada na Rua Antônio Barreto também funcionou de forma parcial. No interior do Estado, somente as Ciretrans (Circunscrições Regionais de Trânsito) de Altamira e Barcarena suspenderam os trabalhos. Em Castanhal, Dom Eliseu, Mãe do Rio, Abaetetuba, Capanema e Parauapebas o atendimento também foi parcial.

Entre as reivindicações dos servidores está a licitação para contratação da banca organizadora do concurso público, que já está em fase final na Secretaria de Estado de Administração (Sead). "Sobre a pauta econômica, o Governo do Pará anunciou na última terça-feira (10) o reajuste de 3% nos salários dos servidores ativos e inativos. O percentual foi definido pela reposição da inflação no período de abril de 2017 a março de 2018, que foi de 2,89%. A legislação eleitoral também veda, em ano de eleições como é 2018, reajuste acima do patamar registrado pela inflação", explicou a diretora-geral do Detran-PA, Andrea Hass. 

Investimentos – Entre as melhorias já implantadas pelo Detran estão as reformas na área de exames práticos para o público e servidores na sede do órgão, na capital, e nas Ciretrans de Marabá, Óbidos, Santarém, Tucuruí e Oriximiná, e ainda no posto da Rua Antônio Barreto.

Também foram inaugurados o Parque de Retenção, novos postos de atendimento - como o do Shopping Bosque Grão-Pará - e a Escola Pública de Trânsito (EPT). O órgão já iniciouobras na área de atendimento e está concluindo os projetos de reforma de outras áreas da sede, que se juntarão aos investimentos em sinalização viária e mais equipamentos, como motocicletas, uniformes e rádios para o trabalho da fiscalização.

"O serviço de tecnologia da informação, que será realizado pela Fadesp (Fundação de Amparo e Desenvolvimento da Pesquisa), também está entre as medidas de inovação do Detran, e é resultado de um projeto de modernização do órgão, visando ao cumprimento mais efetivo das resoluções do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) e demais legislações de trânsito", explicou a diretora. Por meio do contrato administrativo 036/2018, a Fadesp irá desenvolver e gerir temporariamente o sistema de tecnologia do projeto Trânsito Seguro. A tecnologia, inicialmente desenvolvida pela empresa, pertencerá de forma definitiva ao Detran-PA, e será executada pelos servidores e parceiros.

Por Asdecom


Voltar

Imprimir