Detran capacita mototaxistas e taxistas em Salinópolis

Belém, 17 de julho de 2017

A diretora geral do Departamento de Trânsito do Estado (Detran), Andrea Hass, entregou no último dia 14 os certificados de conclusão do Curso Especializado para Mototaxistas a 73 profissionais dessa categoria em Salinópolis. A capacitação foi ofertada no período de 02 a 06 de julho, por meio da Coordenadoria de Educação para o Trânsito. Com a conclusão de mais uma turma, o município passa a contar com 200 profissionais que hoje atuam devidamente regularizados e certificados.

O curso obrigatório atende a Resolução nº 410, de 02 de agosto de 2012, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), destinado a profissionais de transporte de passageiros (mototaxista) e entregas de mercadorias (motofretista) que exerçam atividades remuneradas na condução de motocicletas e motonetas.

Para a diretora geral do órgão, “além do conhecimento adquirido no decorrer da formação quanto à segurança, os profissionais também recebem orientações sobre como  tratar o passageiro, o que proporciona uma melhor qualidade na prestação do serviço”, destacou, Andrea Hass.

Durante o evento, realizado na Câmara Municipal de Vereadores de Salinópolis, também estiveram presentes o diretor de Operações do Detran, Walmero Costa; o presidente do Sindicato dos Taxistas, Vitor Souza; o presidente da Cooperativa de Mototaxistas, Antônio Claudio Farias; os vereadores Francisco Machado, Gilson Serra, Zé Deomero e Márcio Lemoveis e a equipe da Coordenadoria de Educação do Detran.

De acordo com o presidente da Cooperativa de Mototaxistas, Antônio Claudio Farias, o curso traz benefício para toda a população de Salinas. “A partir do momento em que os profissionais estão qualificados e certificados todos ganham: a população, porque recebe um serviço melhor, e nós, que adquirimos conhecimento e passamos a trabalhar dentro das normas. Esse curso é de extrema importância para a nossa categoria”.

O curso soma 30 horas aulas e aborda disciplinas como noções de legislação, ética, segurança e saúde, risco sobre duas rodas, atendimento ao cliente e exames práticos. Para participar da capacitação é preciso ter mais de 21 anos, possuir a carteira de habilitação na categoria A com no mínimo dois anos de experiência.

São considerados aprovados no curso os participantes que tiverem 100% de freqüência e, no mínimo, 70% de acerto nas questões teóricas e na avaliação prática. Em caso de reprovação o participante tem um prazo máximo de 30 dias para passar por nova avaliação.

 

 

Por Asdecom

Detran PA


Voltar

Imprimir